Editor vi

Comandos de Arquivo
:q Sai do VI
:w Salva alteraçoes feitas
:wq Salva aterações e sai do VI
:q! Sai sem salvar
:w abc Grava arquivo com o nome ‘abc’
:r abc Insere o conteúdo do arquivo ‘abc’
:e abc Edita o arquivo ‘abc’
Modo de Inserção
i Entra no modo de Inserção
a Entra no modo de Inserção, após o cursor
o Entra no modo de Inserção, em uma nova linha
<ESC> Sai do modo de Inserção
Copiar, Cortar e Colar
yy Copia a linha inteira
5yy Copia as 5 próximas linhas
dd Apaga a linha
5dd Apaga 5 linhas
x Apaga uma letra
5x Apaga 5 letras
p Cola o trecho copiado ou apagado
V Seleção visual de linhas
Pulos
gg Pula para a primeira linha
G Pula para a última linha
44G Pula para a linha número 44
w Pula para a próxima palavra
b Pula para a palavra anterior
{ Pula para o parágrafo anterior
} Pula para o próximo parágrafo
( Pula para a frase anterior
) Pula para a próxima frase
f. Pula até o próximo ponto (.), na mesma linha
Desfaz o pulo, volta
Apagando com esperteza
dgg Apaga até o início do arquivo
d0 Apaga até o início da linha atual
dw Apaga a palavra
d4b Apaga as quatro palavras anteriores
df. Apaga até o próximo ponto
d) Apaga até o fim da frase
Outros
J Junta a próxima linha com a atual
u Desfaz o último comando
Ctrl+R Refaz o último comando desfeito
. Repete o comando anterior
hjkl Movimenta o cursor
/ Pesquisa um texto
n Vai para o próximo resultado da pesquisa
:%s/a/b/g Troca ‘a’ por ‘b’ em todo o texto
:!cmd Executa o comando externo ‘cmd’
:r!cmd Insere o resultado do comando externo ‘cmd’

Entrar e Sair

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • :q <ENTER>

Entrar, Inserir Texto, Salvar e Sair

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • i
  • Minha primeira frase no VI.
  • <ESC>
  • :wq <ENTER>

Entrar, Alterar Texto e Sair sem Salvar

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • dd
  • :q! <ENTER>

Entrar, Alterar Texto, Salvar em Outro Arquivo e Sair

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • yy
  • p
  • :w arquivo-novo.txt <ENTER>
  • :q <ENTER>

Configurar o VI

  • vi ~/.vimrc <ENTER>
  • i
  • set vb ru nu <ENTER>
  • set ic is hls scs
  • <ESC>
  • :wq <ENTER>

Repetir a Primeira Linha 2 Vezes e Apagar a Última

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • gg
  • yy
  • p
  • p
  • G
  • dd

Repetir Comandos

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • A
  • FIM
  • <ESC>
  • j
  • .
  • j
  • .

Abrir Dois Arquivos Simultaneamente

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • :split ~/.vimrc <ENTER>
  • Ctrl+W
  • Ctrl+W
  • :q <ENTER>
  • :q <ENTER>

Obter Ajuda

  • vi arquivo.txt <ENTER>
  • :help <ENTER>

Fonte:

http://aurelio.net/curso/material/vim-ref.html

Recuperando o Grub

1º Método

Este é um dos método mais simples e fácil de se recuperar o GRUB. Insira o LiveCD , e inicialize o sistema.

Feito isso abra um terminal. Como estamos em um LiveCD precisamos definir a senha do root.

# passwd su

Logue-se como root.

Agora iremos criar o diretório para montarmos nossa partição:

# mkdir /mnt/linux

Monte a partição onde nosso sistema está instalado:

# mount /dev/hda2 /mnt/linux

(lembrando que este exemplo deve ser substituído pela partição onde seus sistema esta instalado)

Depois de montar a partição, utilizaremos o utilitário grub:

# grub

grub> root (hd0,1)

(lembre-se aqui de como o GRUB faz a analogia das partições, então o hda2 deve ser especificado como 0,1 o hda3 0,2 e assim por diante)

grub> setup (hd0)
grub> quit

Reinicie o sistema e veja o resultado…

2º Método

Com o sistema iniciado pelo LiveCD defina a senha do root:

# passwd su

Feito isso logue-se como root.

Agora iremos criar o diretório onde montaremos nossa partição:

# mkdir /mnt/linux

Monte a partição onde o sistema está instalado:

# mount /dev/hda2 /mnt/linux

Agora emitiremos o comando para que a instalação do GRUB seja feita no MBR da primeira partição:

# grub-install –root-directory=/mnt/linux /dev/hda

Espere a instalação ser feita, reinicie o computador e veja o GRUB , funcionando belezinha ^^

3º Método

Este é o meu favorito. Com o sistema iniciado pelo LiveCD, defina a senha de root:

# passwd su

Depois logue-se como root.

Agora iremos criar o diretório para montarmos a partição:

# mkdir /mnt/linux

Agora montamos a partição:

# mount /dev/hda2 /mnt/linux

Agora iremos deixar o diretório alvo como raiz do sistema:

# chroot /dev/hda2

Instalamos o GRUB no MBR:

# grub-install /dev/hda

######################################

Caso você tenha um amigo que tenha instalado também o win7 (pq ew nao acredito que vc tenha ele em seu pc) e ao fazer um desses procedimentos e a porcaria do win7 não foi reconhecido entao você pode usar:

# update-grub

isso atualiza a tabela de sistemas operacionais do grub.


fontes:

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Recuperando-o-GRUB

http://www.dihitt.com.br/barra/ativando-dual-boot-no-ubuntu-1104-natty-narwhal

Comando scp, copiando arquivos – recursivo

Secure Copy ou SCP é um meio seguro para transferir arquivos entre um host local e um remoto ou entre dois hosts remotos, usando o protocolo SSH.

Ex.:
scp /home/usuario/teste.txt usuario@host_destino:/home/usuario/teste.txt

Para transferir diretórios e subpastas, basta colocar a opção scp -r.

scp -r /home/usuario/pasta usuario@host_destino:/home/usuario

Para transferir arquivos preservando as permissões e datas dos mesmos, basta colocar a opção scp -p.

scp -p /home/usuario/pasta usuario@host_destino:/home/usuario/pasta

e ainda juntar os dois:

scp -rp /home/usuario/pasta usuario@host_destino:/home/usuario/pasta

Fontes:

http://amath.colorado.edu/computing/software/man/scp.html

http://fabriciojca.blogspot.com/2009/07/scp-recursivo.html

Instalando Lamp Apache, MySQL, PHP

Para qualquer programador Web o eixo Apache, PHP, MySQL no Linux é essencial para  o bom desenvolvimento.

Essa instalação é focada em sistemas como Debian e Ubuntu.

Sugiro também que utilizem Netbeans com os plugins php+html para desenvolvimento.

Instalando no Debian e derivados:

Apache2:

# apt-get install apache2

PHP5 + Módulo Apache:

# apt-get install libapache2-mod-php5 php5-cli php5-common php5-cgi

MySQL5:

# apt-get install mysql-server

PhpMyAdmin:

# apt-get -y install phpmyadmin

Caso algum dia queira trocar senha do MySQL:

# mysqladmin -u root -p password UmaBoaSenha

Fontes:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Apache2-PHP5-MySQL5-e-PhpMyAdmin-com-certificacao-SSL-no-Debian-Etch/?pagina=1

Migrando conta de usuários

Ao reinstalar o sistema ou mudar de sistema linux, no caso de um servidor voce pode querer manter as contas de usuarios. Para isso você deve olhar os seguintes arquivos:

/etc/passwd -> onde fica as configuracoes basicas dos usuarios

/etc/shadow -> aqui fica armazenada as senhas de usuarios, criptografadas logico!

/etc/group -> este arquivo guarda os grupos e os integrantes deles

Minha recomendação é:

* Fazer backup desses arquivos e pastas dos usuários  ao reinstalar o sistema.

* Depois você pega cada linha de usuário que deseja migrar e coloca nos mesmos arquivos do novo sistema.

* Copiar com as mesmas permissões as pastas de usuários para o novo servidor.

* Tomando cuidado para não colocar nomes ou identificações já existentes.

Abraços!

Redimensionar e rotacionar imagens no Ubuntu

Você foi fazer uma viagem/passeio/aniversario/churrasco com galera e bateu foto de tudo e ficou de mandar pra galera, mas na hora do envio as fotos ficaram com 300, 500, 600 Mega bytes e você não sabe o que fazer para compartilhar essas fotos com a galera???

Seus problemas acabaram!

Instale o Nautilus Image Converter uma extensão do Nautilus para Redimensionar e rotacionar imagens!

Nada de programas complexos! Nada de scripts de POG! Nada de Paint!

Resolvemos nosso problema, através de um clique, abra o menu das opções com uma opção para redimensionar.

Ele faz exatamente o que se quer, aparece quando se clica numa imagem, redimensiona uma imagem ou rotaciona ela e ainda dá a possibilidade de sobrepor o resultado ou então criar um novo arquivo.

Instalação do Nautilus Image Converter
Tal como na maioria dos programas em Ubuntu, a instalação é muito simples,

no Terminal:

$ sudo apt-get install nautilus-image-converter

Visualizando partições

Trabalhando ou apenas visualizaro espaço livre da partição:

particionadores:

fdisk, cfdisk, sfdisk

Para ver lista de particoes:

# fdisk -l

Para ver o espaço livre das particoes montadas:

# df -h

Para ver o tamanho de uma pasta:

# du -sh /pasta

 

 

Se quiser formatar um disco:

Partindo do principio que o disco esta montado e energizado ele deve aparecer como /dev/sda, /dev/sdb ….

Então faça:

cfdisk /dev/sda

apague toda e qualquer particao que apareca e CRIE (new) uma nova, tipo 83 (linux).

gravar – (shift W, ou seja, W maiusculo)

mkfs.ext3 /dev/sda1

Pronto agora é só montar ela ou então incluir no fstab para montar toda vez que bootar

Conexão com MySQL usando Java e JDBC

Para começar a usar mysql como banco de dados em suas aplicaçoes java, utilize driver para JDBC da mysql. Para auxiliar vai os links:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Escrevendo-aplicacoes-com-MySQL-e-Java/?pagina=1

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Conectando-Java-ao-MySQL-no-Ubuntu/?

http://www.guj.com.br/article.show.logic?id=7

Comandos GNU/Linux

Comando GNU/Linux que todos devem saber:
Comandos básicos
ls [-al]: listagem do diretório.
cp [-ir]: copiar arquivos.
mv [-i]: mover ou renomear arquivos.
rm [--]: deletar arquivos.
mkdir/rmdir: cria/deleta diretórios.
ln -s path link: cria links simbólicos (symlinks) para arquivos ou diretórios.
Continuar lendo Comandos GNU/Linux