Docker comandos uteis

Para instalação:

# curl -sSL https://get.docker.com | sh

Executar uma imagem docker, se não tiver vai baixar e executar:

# docker run -i -t ubuntu:17.04 /bin/bash

Para ver os container rodando:

# docker ps

Imagens do docker:

# docker images

sair sem matar o container:

CTRl + p + q

Entrar no container rodando:

# docker attach idContainer

Verificar as alterações no container:

# docker diff idContainer

Logout:

Ctrl + d

Salvar as alterações do container:

# docker commit idContainer nomeVersao/UmaVersao:1.0

Suando portas no docker(host 8080, docker 80):

# docker run -i -t -p 8080:80 ubuntu:17.04 /bin/bash

 

Fontes:

vídeos LinuxTips

 

Backup Linux

Considero essa forma a mais eficiente e elegante de se fazer um backup. Pois é um backup automático incremental com controle de versão e gera logs para controle/monitoramento.

Utilizo para isso os softwares LIVRES: SSH, CRON, RSYNC. A ideia é ter dois servidores o de produção e o de backup, o servidor de backup deve fazer semanalmente uma copia de varias pastas do servidor da produção. Cada copia deve ser datada e ter um arquivo do log da copia também datado. Essas copias são na verdade copias com hardlink do Linux a ideia é copiar o conteúdo do ultimo backup para um nova pasta com “cp -l ” e depois atualizar ela com o servidor usando o rsync, assim teremos um backup incremental e versionado por data! Sem falar que economizamos muito espaço em disco, banda de rede e tempo de backup com esse procedimento.

ver : http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Backups-remotos-com-rSync-e-chaves-SSH

Por partes:

1 – SSH com autenticação via chaves publica/privada:

http://ramonrdm.wordpress.com/2011/08/16/autenticacao-com-chaves-publicaprivada-no-ssh/

2 – Instalação do Rsync:

4 – Criação do script de backup

bkp incremental hardlinks:

#!/usr/bin/env bash
#
# Faz backups incrementais de diretorios em um servidor remoto utilizando rsync e
# hardlinks para economia de banda e espaço em disco.
#
# Por Vinicius Figueiredo <viniciusfs [arroba] gmail.com>
# Dominio Publico
#

SERVER="servidor.com.br"
DIRS_TO_COPY="/var/www /etc"
BACKUP_DIR="/backup"
RETENTION=15

DATE=`date +%Y%m%d`
LOG="${0}_${DATE}.log"

CURRENT_BACKUP="${BACKUP_DIR}/${DATE}"

echo "Iniciando script em `date`" > ${LOG}

if [ -e ${BACKUP_DIR}/last ]; then
    LAST_BACKUP=`cat ${BACKUP_DIR}/last`

    if [ -d ${LAST_BACKUP} ]; then
        echo "Ultimo backup encontrando, linkando arquivos..." >> ${LOG}
        cp -la ${LAST_BACKUP} ${CURRENT_BACKUP} >> ${LOG} 2>&1
    fi
else
    echo "Nenhum backup anterior encontrado, criando diretorio para backup atual..." >> ${LOG}
    mkdir ${CURRENT_BACKUP} >> ${LOG} 2>&1
fi

for dir in ${DIRS_TO_COPY}; do
    echo "Iniciando backup de ${SERVER}:${dir}" >> ${LOG}
    rsync -av --delete ${SERVER}:${dir} ${CURRENT_BACKUP} >> ${LOG} 2>&1
done

echo ${CURRENT_BACKUP} > ${BACKUP_DIR}/last

for dir in `find ${BACKUP_DIR} -maxdepth 1 -type d -mtime +${RETENTION}`; do
    echo "Removendo backup ${dir}" >> ${LOG}
    rm -rf ${dir} >> ${LOG} >> ${LOG} 2>&1
done

5 – Automatizando o backup com o Cron

http://ramonrdm.wordpress.com/2011/09/06/cron-agendando-tarefas/

Usando rsync:

http://servidorlinux.wordpress.com/2008/02/02/backup-com-rsync-sem-senha/

http://www.dicas-l.com.br/arquivo/como_programar_backup_com_rsync_e_cron_de_maneira_rapida_e_simples.php

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Backup-com-Rsync

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Sistema-de-backup-com-rsyncd

Incremental:

http://www.ultrav.com.br/2008/11/11/backup-incremental-com-rsync-e-hardlinks/

http://blog.liquuid.net/2008/05/11/time-machine-no-linux-com-rsync/

outra opcao:

http://www.dicas-l.com.br/arquivo/script_shell_de_backup_incremental.php

http://www.dicas-l.com.br/cantinhodoshell/cantinhodoshell_20070130.php

http://www.vivaolinux.com.br/script/Backup-Remoto-com-rsync-automatico-para-varias-maquinas-sem-senha./

http://www.jveweb.net/en/archives/2011/02/using-rsync-and-cron-to-automate-incremental-backups.html

BitTorrent Sync

BitTorrent Sync é uma forma de compartilhar ou distribuir arquivos sem a necessidade de um sistema de nuvem.

página oficial: http://www.bittorrent.com/intl/pt/sync

Para instalar em like deb:

– instalando um pacote pra ajudar :

# apt-get update

# apt-get install python-software-properties

– adicionando o repositorio:

# add-apt-repository ppa:tuxpoldo/btsync

– instalando o sync:

# apt-get update

# apt-get install btsync

– Na tela de configuração apenas vá confirmando as opções que estão selecionadas, só altere elas caso vc realmente saiba o que esta fazendo. Irá solicitar também usuário e senha para a interface admin do sync.

– A interface será acessivel em:

localhost:8888

Também existe uma versão para android 😀

 

outra forma de instalar seria baixar direto do site o executável para sua máquina  e depois mover para a pasta /opt

Como root faça:

# mv -r btsync_x64 /opt

Depois ainda coloque para quando começar a sessão iniciar o aplicativo /opt/btsync/btsync

isso evitará problemas com permissões e usuários.

 

fontes:

https://www.digitalocean.com/community/tutorials/how-to-use-bittorrent-sync-to-synchronize-directories-in-ubuntu-12-04

Converter DVD9 para DVD5

Olá!

Ai vai uma dica para quem está precisando converter aquele dvd9 para o dvd5.

No Ubuntu utilizei o k9copy !

Seria algo equivalente ao dvd Shrink.

Você pode baixá-lo da central de programas do Ubuntu.

ou

[code language=”bash”]

# apt-get install k9copy

[/code]

Abraços!

P-)

Fontes:

http://ubuntudicas.blogspot.com.br/2007/05/dvdshrink-no-ubuntu.html

Instalar DBDesigner no Ubuntu 64 bits

Segue o link : http://www.pablomunhoz.com.br/?p=129

 

e o CRL C CTRL V :

Tudo bem pessoal, nesse tutorial, irei mostrar como, depois de horas e horas de pesquisa no Google, consegui instalar o DB Designer 4 no meu Ubuntu 64 bits. O que não faltam na internet são soluções, mas nenhuma dava certo. Após ler em vários sites e blogs, mostro como consegui resolver esse problema.

A primeira coisa a se fazer é baixar uma lib do kylix e instalá-la no seu SO.

Acesse o link da a seguir e baixe a kylixlibs

Descompacte o arquivo kylixlibs3-borqt-3.0-2.tar.gz , e dentro da pasta e renomeie o arquivo libborqt-6.9.0-qt2.3.so para libborqt-6.9-qt2.3.so

Como root, copie esse arquivo para a pasta /usr/lib32 :

# cp libborqt-6.9-qt2.3.so /usr/lib32/.

Obs: Para usuários 32 bits, copie o arquivo para /usr/lib ( não testei =P )

Pronto, agora iremos passar para a instalação do DBDesigner 4.

Baixe DB Designer no site do projeto, no meu caso eu baixei o arquivo compactado mesmo: DBDesigner4.0.5.4.tar.gz . No site diz que é a coisa mais simples do mundo, descompacte o arquivo no seu HOME e pronto, basta rodar o script startdb que tudo funciona. Mas não é bem assim.

Como root pelo terminal faça o seguinte:

  • Descompacte o arquivo .tar.gz baixado na pasta /opt/

# cd /opt/

# tar xvfz ~/Download/DBDesigner4.0.5.4.tar.gz  (substituindo “~/Download/DBDesigner4.0.5.4.tar.gz” pelo local e nome do arquivo baixado)

  • Após isso, definimos o usuário e grupo dos arquivos

# chown root:root -R DBDesigner/

  • Agora alteramos as permissões dos arquivos

# chmod 755 -R DBDesigner/

  • Ainda como root execute o comando startdb pois ele irá gerar alguns links simbólicos nessa pasta.

# ./startdb

Pronto, agora com o DB Designer 4 instalado, pode executar como usuário comum o seguinte comando

$ /opt/DBDesigner4/DBDesigner4

Espero que ajude =D

Subversion

Entendendo o versionamento: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_de_controle_de_vers%C3%A3o

Instalação no debian:

http://www.howtoforge.com/debian_subversion_websvn

http://www.reviewingit.com/index.php/content/view/62/2/

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Subversion-Controle-de-versao-de-documentos?pagina=4

http://t5redes.com.br/forum/topic/54-instalando-e-configurando-subversion-no-debian/

http://www.flaviotorres.com.br/fnt/artigos/svn.php

http://www.dicas-l.com.br/arquivo/criar_e_usar_um_servidor_svn.php

http://www.slideshare.net/lekitamura/controlando-projetos-com-netbeans-e-subversion

Colocando o SVN com o Netbeans:

Eu gosto de fazer assim, primeiro enviar o projeto para lá:

# svn import /tmp/projeto http://servidor/svn/projeto

depois no NetBeans instalar o svn dai ir em equipe > checkout ,

ali você já adiciona o endereço do server, repositório, usuário e senha.

pronto! agora você terá o svn+netbeans!

http://netbeans.org/kb/docs/ide/subversion.html

Fontes:

livro online: http://svnbook.red-bean.com/

Guake Terminal

Para os usuários de terminal aqui fica uma dica muito boa:

Guake Terminal !

Ele é um terminal integrado ao gnome que faz a vida ser muito mais fácil. Após instalado basta clicar no F12 que ele aparecerá!

Instalação:

Debian/Ubuntu:

apt-get install guake

Fedora

yum install guake

Gentoo

emerge -av guake

Compile Guake

Compile from sources

General information on how to compile guake can be found in the INSTALL file

Compile on FreeBSD

This page contains information on how to compile Guake on FreeBSD

Dicas:

– Colocar o Guake para inicial junto com a sessão, isso faz ele estar sempre dispoinível.

– Nas preferencias do Guake tirar os avios de inicialização e a opção de mostrar o icone da bandeja.

– Colocar um efeito de transparência mais fraco para o que estiver de fundo não atrapalhar a escrita e leitura.

– Para copiar e colar no terminal guake basta usar, Ctrl+Shift+C e depois Ctrl+Shift+V .

– Uma nova aba do terminal , Ctrl+Shift+T

– Mudar entre abas, Ctrl+pg up e Ctrl+pg down

– Assim você pode usar o Guake a toda hora sem precisar nada mais e nada a menos que um F12.

Fontes:

http://guake.org